• Por: Duplique Desembargador
  • 16/01/2013

Com R$ 1 ao mês de cada morador, condomínios 'adotam' praça

Síndicos da quadra 206 de Águas Claras/DF dizem que ação já dura seis meses. Segundo administrador, iniciativa deveria ser implantada em outros locais. Moradores da quadra 206 de Águas Claras, no Distrito Federal, resolveram se juntar para cuidar da praça que fica em frente ao condomínio onde moram. Eles afirmam que o local estava sujo e […]

Síndicos da quadra 206 de Águas Claras/DF dizem que ação já dura seis meses. Segundo administrador, iniciativa deveria ser implantada em outros locais.

Moradores da quadra 206 de Águas Claras, no Distrito Federal, resolveram se juntar para cuidar da praça que fica em frente ao condomínio onde moram. Eles afirmam que o local estava sujo e depredado e que a administração regional não realizava o corte de gramas e a limpeza da área com freqüência.À frente da administração desde 1º de novembro, Carlos Oliveira disse que nunca foi procurado pelo grupo.

Segundo os síndicos Eduardo Pessoa e Luiz Carlos Alimandro Júnior, as solicitações foram feitas por meses, até que eles decidiram se mobilizar e, com um pouco menos de R$ 1 de cada morador, há um semestre pagam pela manutenção dos brinquedos, poda da grama e pintura dos meio-fios. A ideia é compartilhada por seis dos oito condomínios da quadra, o que dá um montante de R$ 1,2 mil por mês. (veja o vídeo acima)

“[Se a gente não fizer isso] a praça amanhece totalmente cheia de garrafas, sujeira, preservativos, bimbas de cigarro, restos de entorpecentes. Todas as noites vem um grupo de adolescentes beber e fumar aqui. Teve até uma vez que uma criança foi brincar no parquinho de manhã e cortou o pé, porque tinha caco de vidro na areia”, conta Alimandro Júnior.

Praça da quadra 206 de Águas Claras, no Distrito Federal (Foto: Raquel Morais/G1)
Praça da quadra 206 de Águas Claras, no Distrito Federal (Foto: Raquel Morais/G1)

Responsável pelos serviços, o jardineiro José Roberto Vitorino Guedes conta que são realizadas entre duas e três limpezas todos os dias. Ele e um colega fazem de tudo, inclusive retirar fezes de animais domésticos. O profissional, que já trabalhava em um dos condomínios, afirma que os moradores se sentem mais satisfeitos atualmente.

Os síndicos afirmam que procuraram a Administração Regional de Águas Claras mais de uma vez, mas não tiveram retorno. “Às vezes apareciam dois meses depois do pedido, cortavam a grama e pronto. E aí voltávamos ao mesmo estado de sempre. Um caos. Quando eu cheguei aqui, há três anos, vivia sujo. Era até inseguro”, diz Pessoa.

Para o administrador, Carlos Sidney Oliveira, a iniciativa dos moradores da 206 é a ideal. Ele afirma que os impostos são para a construção das praças, mas que a manutenção depende da ajuda e da fiscalização dos moradores. O gestor disse que pretende estimular que outras quadras façam o mesmo.

“A depredação das praças, quem faz? São os próprios usuários.Tem que educar o povo a usar o bem público com moderação, sabendo que aquilo custou do bolso, do imposto e que aquele dinheiro ali foi gasto para o bem comum”, afirmou.

Segundo Oliveira, a administração não tem máquinas para isso e o serviço acaba sendo de responsabilidade da Novacap. “Sempre que solicitada, ela vem fazendo a roçagem, mas temos que lembrar que são 31 regiões para eles cuidarem. É natural que tenha alguma demora.”

Fonte: G1

  • COMPARTILHE

Pesquisar

Desenvolvido por: